O Primeiro contato com a terceira Gatinha

Aiiiii que saudade de ter mais “concentração” para aparecer por aqui! Mesmo não conseguindo fazer posts “mirabolantes”, para hoje,  escolhi um tema bem daqueles que aquecem o coração!

Vamos falar de Gatinha???? Ou melhor, vamos falar de Uma Gatinha?

Se você nos acompanha pelo Instagram ou Facebook deve estar carequinha de saber que adotamos a Terceira Gatinha! Se não nos acompanha: Sim!!! Adotamos a terceira Gatinha!

Já tínhamos Dois Gatinhos em nossas vidas… desde Novembro do ano passado. Os dois chegaram depois de decisões muito bem pensadas. Foi tudo planejado, a adoção, o número “2”, a apresentação para os filhos cachorros. Tudo, tudo, tudo muito bem pensado mesmooooo.

Com a terceira Gatinha não foi nada, nada, nada assim. Vou dividir o início dessa história linda por tópicos, para me ajudar a te explicar melhor! Tudo começou exatamente assim:

  • O primeiro contato que tive com a “Terceira Gatinha” foi numa segunda-feira por uma postagem da nossa Adestradora – pessoa linda- no Facebook.

Depois de ler o texto a minha primeira ação foi compartilhar no meu Facebook pessoal.

  • Na Quarta-feira da mesma semana, tivemos Aulinha de Adestramento e pude ouvir melhor a história dessa pequena, que havia sido acolhida por pessoas de bom coração, mas que já estavam cuidando e fazendo o bem para muitos outro Gatinhos.  Ela apareceu na garagem da casa de uma amiga da nossa Adestradora, visivelmente machucada e ali recebeu todos os cuidados necessários para ficar bem. Porém, os Humanos envolvidos nessa historia, estavam desesperados para encontrar um lar temporário para que ela pudesse receber os cuidados necessários, para no futuro, seguir para uma adoção Responsável. Minha primeira reação foi ajudar com os gastos da pequena, mas… vendo toda a preocupação da pessoa linda que é a Na, e tendo espaço no apartamento para esse lar temporário, pensei: Vamos ajudar essa pequena!

 

  • O próximo passo, seria conversar com o namorado que, nem preciso dizer, abraçou logo a ideia! Nos preocupamos com os outro peludos, claro, mas quem melhor do que a nossa Adestradora para dizer se esse lar temporário daria certo, não é? O fato, é que nossa pequena só precisava de um espaço bem pequeno e quentinho para repousar. Como existia a suspeita de uma fratura, ela precisaria de repouso, e nada de travessuras de Gatíneos!

 

  • Marcamos a próxima aulinha do Adestramento dos cachorrinhos para o sábado e o lar temporário estava liberado!!! Não tínhamos certeza se ela viria, pois tudo dependeria do parecer de sua Veterinária sobre uma possível cirurgia. Bom, depois de muita dedicação da Nossa adestradora, ficamos sabendo que nossa pequena tinha uma Disjunção Sacroilíaca Bilateral decorrentes de algumas fraturas e que o tratamento seria conservador, com necessidade de repouso absoluto! Ou seja, ela precisaria muitoooo desse Lar temporário. E no sábado, recebo a Ná com a “Terceira gatinha” no colo. Ainda não sabíamos que ela estava entrando pela primeira vez na sua casa e Lar definitivo 🙂

Vou terminar esse post com as fotos que estava preparando para divulgar sua adoção…

Não tive coragem de postar nem uma… quer dizer… postei 1, mas com o coração apertado, NEH. O que mais me comoveu, foi saber que ela era tão pequenininha e indefesa – por volta de 2 meses –  e sentia necessidade do cuidado e contato Humano, pois ficava triste em ficar sozinha na garagem. Ela realmente queria ficar ali e ser cuidada já que o portão da casa permitia que ela fosse embora a qualquer momento, mas ela simplesmente não foi!!!! Obrigada Kiara por não ter ido…

Em um próximo post conto a continuação da nossa História com a nossa princesa KIARA, tá bom?

Abraços, Lu

 

 

 

 

 

2 thoughts on “O Primeiro contato com a terceira Gatinha

  1. Lu nem preciso dizer o quanto admiro vocês!!! Por aqui falamos de gatos as vezes, mas ainda não estamos preparados psicologicamente ou estruturalmente (precisamos de uma casa maior rsrsrsrs)… Mas é lindo de ver essa belezinha de Kiara toda feliz e recuperada aí com vocês!!! Um grande beijo dos Aristocães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *