Primeiro Look…para começar

Oi

Acabei de criar uma nova sessão para o blog! Uma sessão para falar de – Essência: aquilo que é o mais básico, o mais central, a mais importante característica de um ser ou de algo. 🙂

Não nos abandone, please! É apenas uma sessão entre tantos pelinhos.

Deixo registrado aqui que é a primeira vez na VIDA que estou tão determinada em buscar o “autoconhecimento” ahahahaha

Estou rindo, mas é coisa séria! Na verdade estou em fase de transição, pretendo mudar aspectos importantes da vida. Não sei bem como vou fazer isso, mas enquanto não consigo chegar em aspectos mais “difíceis” de serem mexidos, como a profissão por exemplo, vou cuidando de mim e da minha essência 🙂

Por aqui, sempre foi mais ou menos assim…

Passei uma vida me achando… muito baixinha (tenho 1,60 de altura), me achando muito branquela (sou branquela mesmo), achando que minhas pernas podiam ser mais finas e menos tortas, achando que meu pé podia ser menos “batata” e que meu bumbum podia se um pouco menor.

Na adolescência tive a fase de não querer viver sem salto, podia ser um salto bem pequenininho, mas tinha que ser salto… ahahaha… Também tive aquela fase de querer viver bronzeada. Ficar branca era a maior calamidade pública para uma vida pública!

Lá pelos vinte e poucos anos tudo isso foi indo embora, quer dizer, continuei achando tudo isso, mas abandonei os saltos, assumi meu lado branquela e tudo internamente ficou mais tranquilo. Tão, tão, mas tão “mais” tranquilo que ultimamente as roupas escolhidas “nas horas vagas” eram as calças e as blusas mais largas do guarda roupa! O que me salva é o look do trabalho que exige um modelito mais apresentável 🙂

Foi bem por causa de tudo isso que, hoje, fiz questão de parar na frente no guarda-roupa e me obrigar a escolher um dos mais dos 10 vestidos que aguardam ansiosamente para serem usados! Deixei o tênis de corrida de lado e escolhi a sapatilha mais confortável e montei meu primeiro #lookdodiatômeachandoné

Bom, na verdade esse exercício me ajuda a “salvar” as peças que quero manter e a trazer um pouquinho do que está bem lá dentro da Lu aqui para fora.

Eis, que registrei o momento para deixar bem guardadinho aqui…

img_7345

img_7472

Gosto muito de sapatilhas confortáveis, pois elas conseguem dá um ar mais “moderninho” para o visual e deixa um pouco de lado o fato do Look não estar tão dentro das tendências e da moda.

img_7471-1

img_7473

Acho que um dos aprendizados  mais importantes da vida é aprender a se gostar independente de padrões.

É claro que podemos querer melhorar ou mudar “algo” que realmente nos incomoda, mas antes de fazê-lo precisamos entender o porquê incomoda? Será que não combina com a nossa essência ou foge dos padrões?

Como encontramos a resposta? Parando e prestando muito atenção nas sensações do coração.

Obrigada por ter chegado aqui 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *